Governo estuda volta da CPMF

De acordo com o texto base da reforma tributária, elaborado pelo deputado Luiz Carlos Hauly(PSDB-PR), o governo estuda a recriação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira(CPMF) e a criação de um Imposto sobre Valor Agregado (IVA). Assim, o governo pretende equacionar o déficit primário e amenizar  “o rombo” na previdência Social.

Segundo o deputado Hauly, a CPMF deve substituir o imposto sobre Operações Financeiras (IOF) , já que o último atinge o crédito de forma frontal. Além disso, o governo pretende aplicar 0,38% de alíquota proposta pelo governo de Dilma Roussef em 2015, que foi rejeitada  pelo PSDB e PMDB na mesma ocasião.

Caso seja recriada com a mesma alíquota que tinha quando foi derrubada, de 0,38%, a CPMF poderá representar cerca de R$ 30 bilhões por ano. “Uma contribuição de movimentação financeira para ajudar a arrecadação do INSS empregado-empregador, onde está o maior rombo do governo”, disse Hauly.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.